10.7.14

Tagged Under: , ,

Quarto Escuro

Share
 Aquele dia acordei com os trovões. 
 Era uma manhã de chuva, as cortinas fechadas ocultavam em parte a rara luz do amanhecer. 
 Me sentir cego em busca de viver, Estava preso ainda ao pesadelo. 
 Do meu sono profundo acordei. 
 Olhei no canto do quarto me vi naquele espelho um reflexo do meu ser. 
 Estava pois escuro mal podia me ver. 
 Essa é a minha vida? 
 Quem me dera voltar no tempo e refazer.




0 comentários:

Postar um comentário

Obrigado pelo tempo que usou a ler minhas poesias.
Sugestões são bem vindas ou criticas.

Need an Invite?

Want to attend the wedding event? Be our guest, give us a message.

Nome E-mail * Mensagem *

Our Location